Bio

Leandro Campos Tavares – 8/12/2019

“…uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio…” Filipenses 3:13,14

Recentemente comecei a pensar no meu legado…e decidi começar a escrever.

39 anos, casado e pai de dois meninos.

Empreendedor e “networker” (crente em Cristo Jesus).

Acordo todos os dias com a frase do Apóstolo Paulo citada acima como um lembrete pra mim mesmo.

Minha felicidade é criar e manter relacionamentos, entregar resultados para shareholders, parceiros, sócios e clientes.

Economia e tecnologia…

Esse sou eu, humanas e exatas…uso a matemática para demonstrar e para provar…

Eu escrevo sobre o que leio e só leio porque sei que nada sei mas preciso saber.

Modelos Mentais

Após ser funcionário de duas grandes empresas, tornei-me empresário e empreendi em vários negócios de tecnologia, logística e varejo.

Perdi tudo! Isso faz 3 anos…desde então voltei a trabalhar numa grande empresa e decidi ser um investidor.

Isso mesmo, um investidor profissional.

Enquanto ajudo a empresa em que trabalho a entregar melhores resultados para os investidores dela passei a estudar sobre como é estar deste lado.

Não estou falando de MBA, privite banking, venture capital, angel capital, operações, ações, renda fixa, opções etc.

Bullshit (bobagem)…

Não quebrei por nenhum deste motivos ou por falta deles.

PS. Não estou fazendo nenhuma apologia ao não conhecimento da administração e economia por trás dos temas citados acima. Apenas informando que não é apenas isso. Melhor, ouso dizer que isso é quase nada principalmente se você pode contratar esses skills.

Comecei a me dedicar a ler, ver videos e aprender com quase tudo a disposição sobre os principais investidores da atualidade como Charlie Munger, Elon Musk, Stece Jobs, Warren Buffett, Jeff Bezos, Thomas Edison e Benjamin Franklin.

E me deparei com este conceito, Modelos Mentais.

Mas o que é isso exatamente? Dá uma lida neste post e aqui se inicia esta jornada.

Tchau!